Primavera do Leste / MT - Quarta-Feira, 24 de Julho de 2024

HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Empresas que apoiam ideologia de gênero entram na lista negra dos brasileiros; Confira quais



A ideologia de gênero foi adotada como um valor por algumas empresas que atuam no Brasil, fazendo apologia ao conceito que distorce a biologia ao dizer que nenhum ser humano nasce homem ou mulher, mas se torna o que escolher ser a partir das experiências e influências à sua volta.
Essas empresas, que constroem fortunas a partir da comercialização de produtos e serviços, se tornaram alvo de uma maciça campanha de repúdio nas redes sociais, com diversos formadores de opinião – evangélicos, católicos e mesmo outros sem vinculação pública com essas religiões – se manifestando contra.
Empresas como o Banco Santander, a TV Globo, a marca de sabão Omo, o hipermercado Carrefour e a empresa fabricante de cosméticos Avon conheceram a determinação do público conservador em rebater as tentativas de erotização infantil.
Confira abaixo o envolvimento de cada uma dessas empresas na apologia à ideologia de gênero, em uma lista que compila a essência de cada polêmica com que as marcas foram envolvidas. A iniciativa é do portal Guia-me:
Santander


A mostra “Queermuseu”, promovida pelo Santander Cultural em Porto Alegre (RS), foi amplamente criticada por causa dos quadros com apologia à ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia, vilipêndio à fé cristã e até insinuações de racismo. As frases “criança viada deusa das águas” e “criança viada travesti da lambada”, foram as que mais chamaram atenção do público de forma negativa, o que levou o banco a cancelar a exposição.
Omo
O oportunismo da marca de sabão se deu com a proximidade do Dia das Crianças, quando algum publicitário responsável pela estratégia de posicionamento da empresa achou que seria adequado pregar a ideologia de gênero com um comunicado semelhante a um “recall“, em que os pais precisariam passar por uma “atualização” de conceitos.
“Omo convoca pais e mães a fazerem um recall de todas as brincadeiras que reforcem clichês sobre gênero, com o objetivo de ressaltar da experiência e do desenvolvimento das crianças. Não existe brincadeira de menino e brincadeira de menina. Toda criança tem o direito de se sujar e se divertir livremente, sem cores, regras ou padrões”, dizia o texto.
O resultado foi uma intensa crítica à empresa nas redes sociais, com o vídeo da campanha recebendo mais de 250 mil reações negativas no YouTube.


Carrefour
A rede de hipermercados talvez tenha sido a mais covarde na postura de apologia à ideologia de gênero: fez uma publicação no Facebook, e diante da reprovação generalizada, com direito a comentários até do defensor do porte individual de armas Bené Barbosa, excluiu a imagem e não voltou mais ao assunto.
“Depois que viram adultos, meninos que brincam de boneca ou casinha tornam-se mais conscientes e responsáveis com a família. Brincadeiras não têm gênero. Brincadeiras têm diversão e aprendizado”, dizia o texto que acompanhava a ilustração de um menino segurando um urso de pelúcia. “Brincadeiras não têm gênero“, incentivava.


TV Globo
A emissora da família Marinho vinha usando sua principal novela, A Força do Querer, como uma panfletagem ideológica de defesa da construção social do gênero, através da estória da personagem Ivana, contada por Glória Perez.
Com as manifestações de repúdio, a Globo demonstrou que não estava apenas polemizando com a abordagem do assunto na dramaturgia, e produziu matérias “jornalísticas” em seu principal programa dominical, o Fantástico, ouvindo apenas especialistas favoráveis à ideologia de gênero, tentando retratar o assunto como “brincadeira de criança“, e criticando a postura dos telespectadores que se opunham a isso e às exposições de arte com nudez.
Na mesma ocasião, o documentário Repense o Elogio se tornou de conhecimento público, com a entrevista da diretora, afirmando que era um erro elogiar meninas como “princesas”, pois isso reforçaria o estereótipo que sustenta uma visão machista da sociedade.
Criticada de forma intensa, com uma abrangência inédita, através da hashtag #GloboLixo, a emissora virou alvo da concorrência e foi tema de uma reportagem da Record TV no Domingo Espetacular, em que o repúdio popular foi acompanhado da opinião de profissionais que discordaram da abordagem adotada pela Globo e demais empresas.
Sem bater de frente com a audiência, a Globo foi aos poucos diminuindo a presença do assunto em sua programação e usou um vídeo institucional para dizer que, dentre os 100 milhões de pessoas que acompanham suas atrações, “uns gostam” da emissora, e outros, “dizem que não gostam“.
Veja
A revista Veja veiculou uma reportagem de capa abordando a ideologia de gênero, com o título “Meu Filho é Trans”. A mudança de linha editorial da revista se deu após a chegada do novo editor, André Petry, que substituiu Eurípedes Alcântara e impôs uma linha “progressista” à publicação, abandonando o viés mais conservador que marcaram as reportagens no período pré-impeachment de Dilma Rousseff (PT).
Na reportagem de capa a revista disse tratava-se de uma “saga dos pais de crianças que não se identificam com seu sexo biológico”, alegando – sem apresentar fontes que sejam transparentes e confiáveis – que essa “condição” afeta um milhão de brasileiros.
Veja afirmaou que a partir dos seis anos de idade é possível identificar que uma pessoa sofra de “disforia de gênero” (transtorno extremamente raro segundo a ciência e usado pelos ativistas para justificar a ideologia de gênero).
Para emprestar seriedade ao conteúdo, psicólogos, psiquiatras, endocrinologistas e educadores foram entrevistados, com suas falas cuidadosamente destacadas para que o retrato da situação fosse visto com simpatia pelos leitores, com o texto admitindo que o propósito era impor uma nova visão: “Enxergar como pais e filhos lidam com isso é flagrar a história em seu berço. É também um modo de, aos poucos, ainda que lentamente, barrar a intolerância”.
Nas redes sociais, muitos internautas protestaram contra a panfletagem ideológica da revista: “Olhe, observe, note, Veja que desgraça! #VejaLixo e #GloboLixo de mãos dadas defendendo essa aberração da Ideologia de Gênero!”, escreveu o pastor Ciro Sanches Zibordi, dentre outros que protestaram.
Avon
A empresa de cosméticos compartilhou em seu canal no YouTube um trailer do documentário Repense o Elogio, da qual é patrocinadora, numa tentativa de capitalizar a exposição que o filme recebeu na matéria exibida pelo Fantástico.
Porém, a reação do público foi semelhante às demais empresas: repúdio. As críticas foram tão intensas que a empresa removeu o vídeo de seu canal, já que o material somava mais de 110 mil reprovações, contra pouco mais de 4 mil aprovações, o que comprometeria o ranqueamento da emrpesa no YouTube.
Dias atrás, a empresa publicou a íntegra do documentário e um novo trailer, mas as proporções de reprovação continuam amplamente superiores às manifestações de aprovação.
Fonte: Gospel Mais



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Jovem baleado pelo pai na cabeça morre em UTI de Cuiabá após 6 dias internado


Rafael Campos Barbosa Nakamura, 23, teve morte encefálica constatada na tarde desta segunda-feira (22). Ele foi baleado pelo próprio pai no dia 16 de julho. A vítima foi socorrida em estado gravíssimo para o hospital de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá), com um disparo na nuca e lesão na testa, sendo depois transferida para Cuiabá, onde estava em uma unidade de tratamento intensivo.

 

As diligências realizadas pelas delegacias da Polícia Civil de Colniza e de Cotriguaçu descartaram a hipótese de que o disparo acidental contra o jovem tenha sido acidental, como alegou o pai. Os policiais apuraram ainda que o investigado apresentava um histórico de agressões contra a família.

 

Durante depoimentos colhidos na investigação e análise de provas materiais, a Polícia Civil constatou que o disparo feito pelo pai contra o filho foi proposital.

Samuel Pires Barbosa, 45, se apresentou no dia do crime à unidade da Polícia Militar do Distrito de Nova União, entregou a arma e alegou que o disparo teria ocorrido acidentalmente durante uma discussão com o filho. Na ocasião, ele foi detido em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

 

O delegado de Cotriguaçu, Lucas Pereira Santos, explicou que a prisão em flagrante do pai foi convertida em preventiva e ele segue detido na unidade prisional de Colniza. “Ele responderá pelos crimes de posse e porte ilegal de arma de fogo e agora pelo homicídio consumado”, pontuou.

 

Paralelamente à investigação do homicídio, a delegacia de Cotriguaçu instaurou outro procedimento para apurar as agressões cometidas pelo investigado contra os membros da família e ele poderá responder também pelo crime de tortura.

GD


HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Mulher encontra o ex-marido morto em casa do interior de MT


Homem identificado como Geraldo de Sousa Gonçalves, 62, foi encontrado morto dentro de casa, na manhã de terça-feira (16), em Alto Araguaia (415 km ao sul de Cuiabá). Causa da morte é investigada.

 

De acordo com as informações, polícia foi acionada via 190 para atender uma ocorrência de encontro de cadáver. A ex-mulher da vítima foi quem acionou a viatura.

Segundo ela, o último contato com o homem foi na sexta-feira (12). Depois disso, ele parou o contato e não deu mais notícias. Preocupada, foi até a casa dele e encontrou o portão destravado.

 

Quando entrou na casa, que também estava aberta, já flagrou o corpo na cama em decomposição. Cena foi isolada para os trabalhos da Polícia Civil e Perícia Oficial (Politec). Os órgãos vão investigar a causa da morte.

GD


HOME / NOTÍCIAS

geral - política

Prefeito e governador convocam reuniões para discutir reconstrução do Shopping Popular


Governo do Estado e Prefeitura vão discutir alternativas emergenciais para as mais de 600 famílias possuíam lojas

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), e o governador do Estado em exercício, Otaviano Pivetta (Republicanos), estiveram na manhã desta segunda-feira (15) no local onde funcionava o Shopping Popular do município. Ambos anunciaram a convocação de reuniões emergenciais para discutir alternativas de recuperação para o empreendimento. O centro comercial foi consumido pelas chamas nessa madrugada. Cerca de 600 lojistas foram atingidos. O Corpo de Bombeiros permanece no local.

“Hoje à tarde teremos uma reunião emergencial para a recuperação e reconstrução do Shopping Popular, beneficiando mais de 600 famílias que dependiam desse trabalho,” declarou o prefeito.

Entre as propostas que serão discutidas, está a possibilidade de transferir o shopping para a Orla do Porto ou outra área pública do município.

“Vamos convocar não apenas nossa equipe, mas também a sociedade organizada e as autoridades, para realizar a reconstrução do shopping e das vidas de todos esses trabalhadores que dedicavam sua alma à cidade de Cuiabá. Graças a Deus, não houve vítimas,” informou Pinheiro.

O governador em exercício de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, também convocou uma reunião com a Casa Civil e a Associação dos Camelôs do Shopping Popular para discutir como o Estado pode contribuir.

“A Casa Civil já agendou uma reunião com as lideranças, e a partir de hoje, vamos ouvir, entender e ver de que forma podemos contribuir. Estamos sensibilizados e é do nosso interesse reconstruir o shopping e apoiar as pessoas que perderam tudo,” declarou Pivetta.

“O Estado estará presente na reconstrução para que todos possam voltar a trabalhar. Temos força para apoiar os comerciantes e vamos fazer melhor do que estava antes,” finalizou o governador em exercício.

Os deputados estaduais Wilson Santos (PSD) e Lúdio Cabral (PT), pré-candidato à prefeitura da Capital, também estiveram no local para prestar solidariedade aos comerciantes e garantiram a participação da Assembleia Legislativa nas medidas de reconstrução.

“Eu estava falando agora com a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste que tem linhas de crédito para pequenas empresas. Eles [comerciantes] vão precisar, além da reconstrução do shopping, de recompor seus estoques e poder trabalhar temporariamente em outro local. Estava fazendo contato com a Sudeco para agendar uma reunião já agora à tarde porque é um dos meios que o Governo Federal pode ajudar”, explicou o petista.

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, que é mato-grossense, também auxiliará na interlocução com os ministérios do governo Lula (PT), de acordo com o que informaram Lúdio e Wilson.

Com relação à AL, embora os deputados estejam de recesso, Lúdio Cabral aventou a possibilidade de convocação de uma reunião extraordinária para traçar um plano e socorrer as famílias atingidas pela tragédia.

HNT


HOME / NOTÍCIAS

geral

Sortudos de Cuiabá e Primavera do Leste ganham R$ 100 mil no Nota MT


No sorteio, também foram contempladas 998 pessoas com prêmios no valor de R$ 500, sendo que duas delas foram sorteadas duas vezes com bilhetes diferentes

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT), por meio do Nota MT, divulgou nesta quinta-feira (11) a relação dos 1.008 ganhadores do 74º sorteio do programa, o Mensal Junho 2024. Os prêmios de maior valor, de R$ 100 mil, foram para moradores de Primavera do Leste e Cuiabá. Também foram sorteadas três premiações de R$ 50 mil, cinco de R$ 10 mil e mil de R$ 500. Veja a lista completa de ganhadores clicando AQUI.

O sorteio foi realizado com base da Loteria Federal de quarta-feira (10), com transmissão ao vivo, e contemplou contribuintes que colocam CPF nas notas fiscais, além das entidades assistenciais cadastradas no programa. O secretário adjunto de Projetos Estratégicos da Sefaz, Vinícius Simioni, conduziu a live e destacou o aumento no número de cadastrados no programa que atualmente conta com mais de 680 mil usuários.

“A cada mês, vemos um incremento maior no número de participantes, especialmente quando comparamos ao mesmo período do ano anterior – sempre acima de 20%, e no volume de documentos fiscais também. Isso demonstra que as pessoas confiam no sistema, estão aderindo ao programa e que também está aumentando o nível de formalidade na emissão dos documentos fiscais por parte das empresas”, destacou Simioni.

Conforme o resultado divulgado, os prêmios de R$ 50 mil foram para moradores de Cláudia, Lucas do Rio Verde e Cuiabá. Já os valores de R$ 10 mil foram sorteados para consumidores que residem em Colíder, Várzea Grande e Cuiabá.

No sorteio, também foram contempladas 998 pessoas com prêmios no valor de R$ 500, sendo que duas delas foram sorteadas duas vezes com bilhetes diferentes. Entre os premiados com R$ 500 estão moradores de 89 municípios mato-grossenses e aqueles que residem em outros Estados. Qualquer cidadão, independentemente de onde esteja domiciliado, pode concorrer às premiações do Nota MT se estiver cadastrado no programa e pedir o CPF na nota nas compras realizadas em Mato Grosso.

Além dos consumidores premiados, também foram contempladas 380 instituições sem fins lucrativos. Juntas, elas vão receber a quantia de R$ 180 mil. O valor é correspondente a 20% das premiações sorteadas e é utilizado no custeio e manutenção das entidades.

Concorreram ao 74º sorteio do Nota MT um total de 518.631 pessoas, com 3.671.145 bilhetes eletrônicos. Elas exigiram a nota fiscal com CPF no ato da compra, no período de 1º a 30 de junho. O sorteio foi acompanhado pela equipe do Nota MT e pelos auditores da Controladoria Geral do Estado (CGE) Márcio de Almeida Monteiro da Costa e Jonathas Eide Fujii.

COMO CONCORRER AOS SORTEIOS

Para participar dos prêmios mensais, basta realizar cadastro pelo site www.nota.mt.gov.br ou pelo aplicativo de celular Nota MT. No cadastro é necessário informar dados básicos como o nome completo, número do CPF, data de nascimento, e-mail e o número da conta bancária para recebimento da premiação. Após ser feito o cadastro, é necessário exigir a inclusão do CPF na nota fiscal em todas as compras realizadas no comércio mato-grossense.

O PROGRAMA

O Nota MT é uma iniciativa do Governo de Mato Grosso, por meio da Sefaz, para promover e incentivar o exercício da cidadania fiscal. Essa prática é estimulada ao solicitar a emissão da nota fiscal e incluir o CPF na nota durante as compras, contribuindo para o fortalecimento do comércio local e para o combate à sonegação.

Criado em 2019, o Nota MT já premiou 53.075 pessoas que receberam mais de R$ 34 mil. Na parte social, já foram repassados R$ 7,98 mil para 248 entidades sociais que atuam no estado, prestando serviços para a sociedade.


HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Padrasto é preso por estuprar enteada de 12 anos em Primavera do Leste


Um homem de 33 anos foi preso na última segunda-feira (8) por estuprar a enteada de 12 anos, em Primavera do Leste (MT). Esta é a segunda vez que ele é detido por crime sexual contra menor. Em maio deste ano, ele já havia sido preso por abusar de uma adolescente de 13 anos.

O crime contra a enteada veio à tona após a esposa do suspeito encontrar em seu celular um perfil falso em uma rede social que ele usava para pressionar a menina a manter relações sexuais. No aparelho também foram encontrados vídeos e fotos do abuso.

Diante das provas, a delegada Anamaria Machado Costa representou pela prisão preventiva do investigado, que já estava detido pelo primeiro crime. A Justiça acatou o pedido e o mandado foi cumprido na Cadeia Pública de Primavera do Leste.

Segundo crime revela histórico de abuso

A prisão do padrasto pela primeira vez, em maio, já havia levantado suspeitas sobre um possível histórico de abuso. Na ocasião, ele foi detido após a denúncia do estupro de uma adolescente de 13 anos, que era conhecida do suspeito e frequentava o comércio dos pais da vítima.

Cenario MT


HOME / NOTÍCIAS

Brasil

Governo do Brasil diz que foram apagados metade dos incêndios no bioma Pantanal


O Governo brasileiro disse hoje que foram apagados metade dos incêndios no Pantanal, um bioma que cobre parte do centro-oeste do país ao sul da Amazónia, que este ano já registou um número recorde de fogos.

Segundo dados apresentados pelo Governo brasileiro, as ações de combate ao fogo conseguiram extinguir 30 dos 54 incêndios registados até 07 de julho (55% do total). Dos 24 ainda ativos, 13 estão controlados.

A ministra do Ambiente e Mudança do Clima do Brasil, Marina Silva, frisou, num comunicado, que o combate aos incêndios no Pantanal começou a dar resultados efetivos.

“Nós temos o início de uma estabilização. Isso tem a ver com todas as ações feitas conjuntamente com os governos do estado, com um esforço grande do Governo Federal, uma verdadeira força-tarefa de enfrentamento aos incêndios”, afirmou Marina Silva.

O Governo brasileiro informou que há 830 profissionais envolvidos nas ações de combate ao fogo, 15 aeronaves, 15 embarcações e três bases em operação.

Os incêndios no Pantanal bateram o recorde histórico no Brasil no primeiro semestre do ano, com 3.372 focos registados, a grande maioria deles ocorridos em junho.

Normalmente, os incêndios no Pantanal eclodem por volta de setembro, mas este ano começaram a ocorrer em abril e com força em junho, mês em que as chamas superaram todos os recordes históricos do período.

A ministra brasileira lembrou que todos os incêndios no Pantanal foram causados por ação humana, já que não houve registo de incêndios causados por raios. O uso do fogo no Pantanal está proibido e é crime, com pena de dois a quatro anos de prisão.

O Pantanal enfrenta a seca mais grave em 70 anos, intensificada pelas mudanças climáticas. O período de julho de 2023 a junho de 2024 é o mais quente já registado nas medições recentes. Soma-se a isso o facto de a bacia do rio Paraguai registar a menor acumulação de chuvas por ano hidrológico desde 2001.

Situado na região centro-oeste do Brasil, numa área ao sul da Amazónia, o Pantanal é uma planície que tem 80% da sua área inundada na estação chuvosa e é considerado um santuário onde ainda se encontra preservada uma fauna extremamente rica, que inclui animais como a onça pintada e a arara azul.

A maior área do Pantanal (62% ou 150.355 quilómetros quadrados) está no território brasileiro. Cerca de 20% do bioma (conjunto de ecossistemas) situa-se na região norte do Paraguai e 18% na Bolívia.


Antenado News