Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

esporte

Cuiabá empata no Acre e será 2º time de MT a jogar Brasileirão da Série B em 2019



cuiaba 27-8 conquista acesso

O Cuiabá Esporte Clube está na Série B do ano que vem ao lado do Operário/PR, Bragantino e Botafogo, ambos de São Paulo. Por ironia, os quatro do Grupo B garantiram o acesso. O atual campeão mato-grossense garantiu o acesso na noite desta segunda-feira ao ceder o empate em 2 a 2 com o Atlético no estádio Florestão, na capital do Acre, Rio Branco. Alê abriu o placar aos 5min da etapa final e Bruno Sávio ampliou aos 27. O galo Carijó diminuiu aos 36 com Rafael Tanque e empatou aos 41 com Diego.

Na etapa inicial o Dourado foi bem melhor que o Galo Carijó, mas não converteu as oportunidades de gols criadas durante os 45 minutos iniciais. O time da casa tenta furar o bloqueio do clube mato-grossense, mas os homens do técnico Itamar Schulle, bem postados em campo, impediam os ataques do time da casa. O Cuiabá era melhor em campo e nas poucas vezes que chegava a meta adversária era com perigo, mas pecava nas finalizações terminado o primeiro tempo em 0 a 0. O empate era bom para o Cuiabá.

cuiaba 27-8 bruno savio

Bruno Sávio marca o segundo gol do Cuiabá e comemora; empate garante time da Série B

No segundo tempo o Cuiabá voltou melhor e nos minutos iniciais levou perigo a meta defendida por Ruan e aos cinco minutos o atacante Alê, autor do primeiro gol na Arena Pantanal no jogo de ida, foi feliz no Florestão e ao chutar forte em direção ao gol, errou o chute, e a bola acertou o zagueiro Rafael Tanque e enganou o goleiro Ruan, que nada pode fazer para evitar o 1 a 0 a favor do Dourado. O gol deu uma injeção de ânimo aos visitantes e outras diversas oportunidades de aumentar o placar foram criadas, mas sem sucesso.

Mas aos 27, o meia Bruno Sávio, um dos melhores do Cuiabá em campo, recebeu a bola no meio de campo e se livrou das marcações e próximo do área chutou com categoria fazendo 2 a 0 a favor do campeão mato-grossense o que seria a classificação certa à fase semifinal e também o acesso garantido à Série B do ano que vem. Mas o Galo Carijó acordou em campo e diminuiu com Rafael Barros aos 36, ao escorar o escanteio do setor esquerdo e fazer 2 a 1. O empate veio também de um escanteio do setor direito e desta vez o zagueiro Rafael Tanque cabeceou no canto esquerdo do goleiro Victor Souza: 2 a 2.

O árbitro paulista Luiz Flávio de Oliveira deu cinco minutos de acréscimo e o time da casa teve duas reais chances de virar o jogo, mas o goleiro Victor Souza, que havia falhado em alguns lances, se redimiu e garantiu o empate e consequentemente o passaporte para a Série B de 2019. Na semifinal o Cuiabá vai enfrentar o Botafogo de Ribeirão Preto (SP) fazendo o primeiro jogo na Arena Pantanal. Público e renda não foram divulgados.

cuiaba 27-8 primeiro gol

Alê comemora com os companheiros do Dourado o primeiro gol do empate de 2 a 2 com o Atlético Acreano, garantindo o acesso do time cuiabano à Série B

Ficha técnica

  1. Atlético – Ruan; Matheus, João Marcos (Igor), Diego e Alfredo (Rafael Tanque); Leandro, Taua, Kassio e Eduardo; Neto e Rafael Barros. Técnico Álvaro José
  2. Cuiabá – Victor Souza; Jean, Ednei, Edson Borges e Marcelo Xavier; Escobar, Alê e Eduardo Ramos;  João Carlos (Adriano Pardal) e Bruno Sávio (Jenison). Técnico Itamar Schulle
  3. Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira e seus assistentes foram Miguel Caetano Ribeiro da Costa e Alex Ang Ribeiro, todos de São Paulo

Fonte: Admar Portugal / Especial para o Rdnews



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

MPMT requer interdição de cadeia pública feminina de Cáceres


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Cáceres, requereu no final da tarde desta quinta-feira (22) a interdição da cadeia feminina do município. A medida foi tomada em razão da existência de infiltrações estruturais e alto risco de incêndio na unidade prisional. O pedido foi direcionado à 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres.

De acordo com o MPMT, a cadeia feminina do município não possui Alvará de Segurança Contra Incêndio e Pânico (ASCIP) do Corpo de Bombeiros. Inspeções realizadas no local demonstram uma série de problemas estruturais na unidade, como falta de sistemas de hidrante, de saídas de emergência, de alarme de incêndio, entre outros.

Conforme laudo técnico das instalações elétricas do edifício, encaminhado ao Ministério Público pelo Conselho de Segurança, as “instalações estão em péssimas condições de conservação, com risco gravíssimo de acidentes à população carcerária e aos profissionais da segurança pública responsáveis pelo local, proporcionando alto grau de risco de incêndio a qualquer momento”.

Segundo o promotor de Justiça Marcelo Linhares Ferreira, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do MPMT também realizou inspeção técnica na unidade prisional, constatando inconformidades em toda a edificação que interferem diretamente na segurança dos usuários.

“O quadro existente no estabelecimento prisional fere os mais básicos direitos fundamentais do homem, sendo que a medida de interdição visa a resguardar a dignidade da pessoa humana e a proteção de risco à vida e à integridade física das presas”, destacou o promotor de Justiça.

por CLÊNIA GORETH

 

Antenado News