Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Região

Diocese de Primavera do Leste/ Paranatinga participa do 1º Muticom em Cuiabá



O primeiro Mutirão da Comunicação Regional Oeste 2, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi realizado nos dias 05 e 06 de maio, no Centro Nova Evangelização (CENE). O encontro teve como objetivo fomentar e apresentar aos integrantes da Pastoral da Comunicação (PASCOM), em como trabalhar e implantar a Pastoral da Comunicação nas respectivas dioceses.

Os participantes puderam acompanhar durante a programação, temas como o “fake News” e jornalismo de paz, para embasamento teórico, em alinhamento ao pensamento do Papa Francisco sobre a comunicação. No decorrer dos dois dias, foram ministradas quatro oficinas, sendo: fotografia, áudio, oficina de texto e vídeo, em que, todos os participantes puderam de forma prática, aproveitar as dicas e ainda tirar dúvidas.

O ponto alto do Muticom foi o contato dos participantes com o jornalista, mestre e estudante de doutorado, Ricardo Alvarenga, que é colaborador da Pascom há muitos anos, e também da CNBB. Com sua formação de jornalista, Ricardo pôde apresentar toda a parte técnica exigida ao profissional que também pode ser utilizada pela Pascom. Com dicas valiosas de texto.

A Pascom é uma Pastoral da Igreja Católica que segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) testemunha e anuncia o evangelho de Jesus Cristo, promovendo a comunhão e a participação ativa no processo comunicacional e consolidando a missão da Igreja por meio da Comunicação. Por isso é importante que todas as paróquias implantem a Pascom, pois assim a Pastoral da Acolhida, como também é conhecida, irá trabalhar fortemente com uma comunicação estratégica, e utilizando os meios de comunicação para levar a mensagem de cristo.

Estiveram no Primeiro Mutirão de Comunicação representantes das Dioceses de Primavera do Leste/Paranatinga, da Diocese de Cáceres, Diocese de Barra do Garças, Diocese de Rondonópolis e Sinop.

Fonte: Colaboradores da Pascom da Diocese de Primavera do Leste/Paranatinga – Josieli, Angelita, Lêirson e Carla.



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

MPMT requer interdição de cadeia pública feminina de Cáceres


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Cáceres, requereu no final da tarde desta quinta-feira (22) a interdição da cadeia feminina do município. A medida foi tomada em razão da existência de infiltrações estruturais e alto risco de incêndio na unidade prisional. O pedido foi direcionado à 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres.

De acordo com o MPMT, a cadeia feminina do município não possui Alvará de Segurança Contra Incêndio e Pânico (ASCIP) do Corpo de Bombeiros. Inspeções realizadas no local demonstram uma série de problemas estruturais na unidade, como falta de sistemas de hidrante, de saídas de emergência, de alarme de incêndio, entre outros.

Conforme laudo técnico das instalações elétricas do edifício, encaminhado ao Ministério Público pelo Conselho de Segurança, as “instalações estão em péssimas condições de conservação, com risco gravíssimo de acidentes à população carcerária e aos profissionais da segurança pública responsáveis pelo local, proporcionando alto grau de risco de incêndio a qualquer momento”.

Segundo o promotor de Justiça Marcelo Linhares Ferreira, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do MPMT também realizou inspeção técnica na unidade prisional, constatando inconformidades em toda a edificação que interferem diretamente na segurança dos usuários.

“O quadro existente no estabelecimento prisional fere os mais básicos direitos fundamentais do homem, sendo que a medida de interdição visa a resguardar a dignidade da pessoa humana e a proteção de risco à vida e à integridade física das presas”, destacou o promotor de Justiça.

por CLÊNIA GORETH

 

Antenado News