Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Asta inaugura vôo comercial Primavera-Cuiabá



      Depois de muita negociação com empresários, Prefeitura, Câmara e segmentos organizados, a Asta – América do Sul Taxi Aéreo – iniciou nesta segunda-feira, 23, a operacionalização dos vôos comerciais no trecho Priamvera do Leste – Cuiabá nas segundas, quartas e sextas-feiras – decolagem às 6h e a previsão do retorno para o final da tarde. Para o Diretor de Operações da ASTA, Magno Block, inicialmente os voos acontecerão em dias alternados, mas “em breve passaremos aos voos diários e, “vamos migrar para uma aeronave maior, hoje operamos com um Cessna Caravan, para nove ocupantes”.
    O primeiro passageiro a comprar a passagem da Asta, José Roberto Pizzaia, que reside no Rio de Janeiro, afirmou que em Cuiabá embarca as 11.40h para Brasília e posteriormente para o Rio de Janeiro e, às 18h “já estarei em casa”. Segundo ele, essa possibilidade de estar interligado com outros voos, traz um status muito grande para a cidade e região, “conseguimos otimizar o tempo e estamos inseridos no rol das grandes cidades, isso nos permite programar a nossa agenda e atender nossos compromissos com tranquilidade”. Sua passagem foi comprada pelo site da companhia, pela sua filha, no Rio de Janeiro. Já no voo e Cuiabá a Priamvera o primeiro passageiro foi José Carlos Zagui, “uma cortesia da empresa”. Pela sua ótica “é mais um impulso para o município, comodidade para o morador da cidade e mais um passo para o desenvolvimento”.
            Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Primavera do Leste, Ubiratan Ferreira, “hoje é um marco na história do município, já se fazia necessário essa iniciativa de colocar Primavera interligada a Cuiabá de uma maneira mais fácil e rápida, todos estão de parabéns, os empresários que investiram, o Poder Público que fez a sua parte, enfim é desta forma que devemos trabalhar”. O presidente da CDL – Câmara de Diretores Lojistas – Naudi Rohr, reconhece que “historicamente sair do zero já é um avanço e, hoje saímos do zero para iniciar um momento novo e histórico, porque nem tudo se faz com dinheiro, mas se faz com crédito e, é esse crédito que o prefeito tem demonstrado com suas iniciativas e, cabe a nós fomentar o uso de avião para nossos deslocamentos”.
            O vice-prefeito, Sérgio Fava, se sente realizado e entende que é mais um esforço dessa gestão que se transforma em realidade, “foi um trabalho de convencimento que se concretizou, os empresários acreditaram nesse projeto e a Prefeitura deu o suporte legal e o apoio necessário, porque é mais uma opção para quem precisa ir à capital ou mesmo fazer conexão para outras regiões do país em tempo hábil”.  O secretário de Indústria e Comércio, Carlos Donin, vê com bons olhos o inicio da operação da ASTA – representa mais desenvolvimento para o município, aeronave tem uma estabilidade surpreendente e a Prefeitura está realizando os reparos imprescindíveis no terminal de passageiros, “de baixo custo, mas essenciais para o conforto daqueles que usarão o espaço”.
            O presidente da Câmara, Miley Alves, na oportunidade, ressaltou que Primavera do Leste é um município pujante e vive um contexto de franco desenvolvimento. “Precisávamos dessa alternativa de locomoção rápida, até como instrumento de atrair mais investimentos e nos manter conectados, de forma ágil com a capital de nosso Estado e outras regiões de Mato Grosso”.
            O prefeito Léo Bortolin vê esse momento como o resultado do esforço coletivo, onde todos – iniciativa privada, Poder Público, a Asta – trabalharam para colocar o município no rol das grandes cidades, além de representar um atrativo para empresários que querem investir e, analisam, dentre outros requisitos, facilidade de estar nos grandes centros no mínimo espaço de tempo.  “Estamos todos de parabéns e, com esse espírito de ajuda mútua vamos ter muitas outras conquistas”.
Fonte: Da Assessoria da Prefeitura PVA


COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

MPMT requer interdição de cadeia pública feminina de Cáceres


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Cáceres, requereu no final da tarde desta quinta-feira (22) a interdição da cadeia feminina do município. A medida foi tomada em razão da existência de infiltrações estruturais e alto risco de incêndio na unidade prisional. O pedido foi direcionado à 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres.

De acordo com o MPMT, a cadeia feminina do município não possui Alvará de Segurança Contra Incêndio e Pânico (ASCIP) do Corpo de Bombeiros. Inspeções realizadas no local demonstram uma série de problemas estruturais na unidade, como falta de sistemas de hidrante, de saídas de emergência, de alarme de incêndio, entre outros.

Conforme laudo técnico das instalações elétricas do edifício, encaminhado ao Ministério Público pelo Conselho de Segurança, as “instalações estão em péssimas condições de conservação, com risco gravíssimo de acidentes à população carcerária e aos profissionais da segurança pública responsáveis pelo local, proporcionando alto grau de risco de incêndio a qualquer momento”.

Segundo o promotor de Justiça Marcelo Linhares Ferreira, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do MPMT também realizou inspeção técnica na unidade prisional, constatando inconformidades em toda a edificação que interferem diretamente na segurança dos usuários.

“O quadro existente no estabelecimento prisional fere os mais básicos direitos fundamentais do homem, sendo que a medida de interdição visa a resguardar a dignidade da pessoa humana e a proteção de risco à vida e à integridade física das presas”, destacou o promotor de Justiça.

por CLÊNIA GORETH

 

Antenado News