Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Prefeitura de Primavera do Leste fará prestação de contas de 135 dias de gestão



Hoje a partir das 17h30, no saguão da Prefeitura Municipal de Primavera do Leste, o prefeito, Leo Bortolin (PMDB) , e vice-prefeito, Sérgio Fava (PR), com a presença de autoridades empresariais e políticas da cidade, farão uma prestação de contas dos 135 dias de gestão, para toda a população.

É importante toda população Primaverense participar, para acompanhar a aplicação do dinheiro público. O Programa Prestando Contas é a simbologia de uma administração que entende como fundamental e necessária a transparência das decisões, a interação com os munícipes, a seriedade na tomada de decisões que tem acontecido de maneira impessoal com vistas a atender o bem comum, eliminando privilégios. Para o prefeito, “é obrigação do gestor permitir e promover a transparência na administração pública e, tanto o Sérgio como eu vamos perseguir essa meta – continuar com as portas da Prefeitura abertas para a população”.

O prefeito, na oportunidade, vai expor as ações de cada secretaria municipal estabelecida para 2018. Os convênios federais celebrados pela Prefeitura também serão apresentados, assim como o lançamento do primeiro pacote da empresa América do Sul Táxi Aérea Ltda, Asta, que começa a operar em Primavera do Leste no próximo mês. E, para finalizar a reunião, que terá uma duração de 40 minutos, será exibido um vídeo institucional sobre Primavera do Leste, elaborado pela Incorporadora Cosentino.

Após as eleições, quando foi consolidada a permanência de Léo Bortolin à frente do Executivo – ele havia assumido devido o afastamento de Getulio Viana, portanto em substituição ao prefeito até que houvesse uma decisão definitiva – ele implantou projetos que tem a sua digital, o seu estilo de administrar. Foi a Cuiabá e Brasília visitar os parlamentares matogrossenses e buscar recursos para viabilizar projetos importantes para a área de saneamento, saúde, como a habilitação da UPA, que permite o repasse de quatrocentos mil reais/mês para ajudar na sua manutenção, além de outros convênios celebrados pelo município.

Da Redação com Assessoria de Imprensa

 



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Mulher confessa homicídio do esposo e mistério termina sobre desaparecimento


O delegado Flávio Leonardo, responsável pela investigação do desaparecimento de Edvan Moreira, falou sobre o homicídio e forneceu atualizações cruciais sobre o caso. O que inicialmente parecia um mistério envolvendo o sumiço de Edvan, ganhou novos contornos após intensas diligências e avanços nas investigações conduzidas pela Polícia Civil.

Edvan Moreira, residente em uma fazenda a aproximadamente 50 km do centro de Canarana, teria saído para cidade no dia 7, conforme relatos iniciais. No entanto, a descoberta da motocicleta da vítima na própria fazenda, em uma área de mata a cerca de 5 km de distância, levantou suspeitas sobre o desaparecimento.

“Localizamos a motocicleta da vítima em uma área de mata próxima à fazenda onde trabalhava. No entanto, estava claramente evidente que ela havia sido deliberadamente jogada em um rio para dificultar sua localização”, explicou o delegado Flavio Leonardo.

A reviravolta no caso ocorreu quando a esposa de Edvan, após ser submetida a uma nova entrevista como parte das investigações, confessou o homicídio. Ela admitiu ter disparado três tiros contra o marido, ocultando seu corpo e a motocicleta em locais distintos, distanciados da fazenda.

“Após a execução do homicídio, a suspeita utilizou uma máquina para transportar a motocicleta de Edvan e seu corpo para locais distantes da propriedade, em uma tentativa de dificultar a descoberta”, acrescentou o delegado.

A colaboração da esposa de Edvan foi fundamental para a identificação do local onde o corpo foi ocultado. As autoridades realizaram uma inspeção no local indicado, que foi confirmado pela Polícia Técnico-Científica como o local do crime.

Além disso, a polícia está investigando a possibilidade de que a suspeita tenha recebido ajuda para ocultar os objetos e o corpo da vítima, dadas as características do local de descarte da motocicleta.

A arma do crime, uma espingarda, foi apreendida pela polícia como parte das evidências. Agora, as autoridades conduzirão exames de DNA para confirmar a identidade do corpo encontrado e prosseguirão com as acusações de ocultação de cadáver e homicídio contra a esposa de Edvan.

O delegado Flávio Leonardo encerrou a coletiva reiterando o compromisso da Polícia Civil em buscar a verdade e garantir que a justiça seja feita para Edvan Moreira e sua família. O caso continua em andamento, com as autoridades empenhadas em esclarecer todos os detalhes e possíveis cúmplices envolvidos nesse trágico desfecho.

Araguaia FM


Antenado News