Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Prefeitura de Primavera inaugura 1º ponto de ônibus do país, fechado, com wi-fi e tomadas para recarregar celular



A Prefeitura de Primavera do Leste tem priorizado mecanismos que possam embelezar a cidade, oferecer qualidade de vida e conforto para a população usando o modelo de gestão público-privada – com essa proposta foi inaugurado hoje pela manhã, 15, o primeiro ponto de ônibus tecnológico, coberto, com tomadas para recarregar celular e sinal de wi-fi grátis. É o primeiro ponto de ônibus fechado do Brasil e tem como referência o modelo de Abu Dhabi.

Para o prefeito Léo Bortolin, é necessário e urgente modernizar os serviços públicos e, através do projeto Eu Amo Primavera, que envolve a iniciativa privada e o poder público foi possível construir essa estrutura, “a parceria com o Sicredi nos permitiu avançar nesse sentido, a população, em sua grande maioria, ainda usa os serviços públicos de transportes e, nosso foco é o bem estar da população”.

Além desse ponto de ônibus com a estrutura de primeiro mundo, outros 14 abertos foram construídos em diversos bairros para atender uma cidade que cresce acima da média e recebe famílias de todas as partes do Brasil. Léo entende que esse crescimento exige atenção especial dos gestores em áreas distintas como Educação, Saúde e, Infraestrutura, “que muitas vezes fica relegada a segundo plano, mas em Primavera a administração é plural e, a infraestrutura é também nossa prioridade”.

O representante do Sicred, Milton Afonso, afirmou que a cooperativa é parceira na construção de uma cidade com mais qualidade de vida. “Estamos dispostos a continuar com parcerias para resolver parte dos problemas de Primavera do Leste, proporcionando mais conforto e acessibilidade à população”.

Para o secretário Eduardo Wolff, ações simples como essas mudam o município. “Temos trabalhado com esse objetivo e em tempo recorde estamos desenvolvendo trabalhos que tem transformado a imagem visual de Primavera”. Miley Alves, presidente da Câmara Municipal, na oportunidade, salientou a satisfação de ver a cidade despontando e se tornando um lugar dinâmico e moderno.
Participaram da inauguração secretários municipais, colaboradores do Sicredi, vereadores e membros da sociedade civil.

Da Assessoria



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Mulher confessa homicídio do esposo e mistério termina sobre desaparecimento


O delegado Flávio Leonardo, responsável pela investigação do desaparecimento de Edvan Moreira, falou sobre o homicídio e forneceu atualizações cruciais sobre o caso. O que inicialmente parecia um mistério envolvendo o sumiço de Edvan, ganhou novos contornos após intensas diligências e avanços nas investigações conduzidas pela Polícia Civil.

Edvan Moreira, residente em uma fazenda a aproximadamente 50 km do centro de Canarana, teria saído para cidade no dia 7, conforme relatos iniciais. No entanto, a descoberta da motocicleta da vítima na própria fazenda, em uma área de mata a cerca de 5 km de distância, levantou suspeitas sobre o desaparecimento.

“Localizamos a motocicleta da vítima em uma área de mata próxima à fazenda onde trabalhava. No entanto, estava claramente evidente que ela havia sido deliberadamente jogada em um rio para dificultar sua localização”, explicou o delegado Flavio Leonardo.

A reviravolta no caso ocorreu quando a esposa de Edvan, após ser submetida a uma nova entrevista como parte das investigações, confessou o homicídio. Ela admitiu ter disparado três tiros contra o marido, ocultando seu corpo e a motocicleta em locais distintos, distanciados da fazenda.

“Após a execução do homicídio, a suspeita utilizou uma máquina para transportar a motocicleta de Edvan e seu corpo para locais distantes da propriedade, em uma tentativa de dificultar a descoberta”, acrescentou o delegado.

A colaboração da esposa de Edvan foi fundamental para a identificação do local onde o corpo foi ocultado. As autoridades realizaram uma inspeção no local indicado, que foi confirmado pela Polícia Técnico-Científica como o local do crime.

Além disso, a polícia está investigando a possibilidade de que a suspeita tenha recebido ajuda para ocultar os objetos e o corpo da vítima, dadas as características do local de descarte da motocicleta.

A arma do crime, uma espingarda, foi apreendida pela polícia como parte das evidências. Agora, as autoridades conduzirão exames de DNA para confirmar a identidade do corpo encontrado e prosseguirão com as acusações de ocultação de cadáver e homicídio contra a esposa de Edvan.

O delegado Flávio Leonardo encerrou a coletiva reiterando o compromisso da Polícia Civil em buscar a verdade e garantir que a justiça seja feita para Edvan Moreira e sua família. O caso continua em andamento, com as autoridades empenhadas em esclarecer todos os detalhes e possíveis cúmplices envolvidos nesse trágico desfecho.

Araguaia FM


Antenado News