Primavera do Leste / MT - Segunda-Feira, 24 de Junho de 2024

HOME / NOTÍCIAS

cidade

Defensoria Pública protocola ação pedindo a condenação do município de Primavera do Leste e da empresa Águas de Primavera a regularizar abastecimento de água, sob pena de multa diária de R$ 10 mil reais



Da Redação

Há meses parte da população de Primavera do Leste vem sofrendo com a falta de abastecimento de água. A comunidade por várias vezes reclamou em público, por meio das redes sociais e com a própria empresa, a falta de água nas residências, mas até o momento nada foi feito.

Diante da situação, algumas pessoas que estão sendo lesadas com a falta de água denunciaram a Defensoria Pública de Primavera do Leste e na tarde de hoje (12), foi protocolada uma ação civil pública pedindo a condenação do município e da empresa Águas de Primavera do Leste a regularizar o fornecimento de água, sob pena do pagamento de multa diária de R$ 10 mil reais. Além da suspensão do pagamento das contas de água dos meses de agosto e setembro aos consumidores que ficaram sem água, sendo dos bairros Padre Onesto Costa, Tuiuu, Buritis, Primavera 3, dano moral coletivo a ser pago a favor da coletividade e obras necessárias para aumentar o reservatório a fim de evitar novamente a falta de água no período de estiagem.

Durante estes meses, o vereador Luis Costa (PR) foi marcado em redes sociais e inúmeras vezes procurado para ajudar a cobrar uma resposta da empresa. “Eu estive nas residências de vários moradores e vi a dificuldade de ficar sem água. Imaginam, as pessoas trabalham o dia todo e quando chegam em casa, não podem nem tomar banho. Essa é uma situação inaceitável e a empresa precisa ter alternativas para resolver o problema”.

Na manhã desta quarta-feira (12), Luis Costa entrou em contato novamente com a assessoria de imprensa da empresa para saber por que ainda a situação não foi regularizada, já que no dia de ontem (11) o gerente e técnico regional da empresa disseram que caminhões pipa iriam levar água até o centro de abastecimento da região para normalizar, mas até o momento não foi resolvido.

“Eu estive ontem com funcionários da empresa no local em que está furando o poço para abastecer a região, e me confirmaram que iria regularizar, mas a comunidade tem me procurado porque a água ainda não chegou às torneiras. Espero que, com esta ação civil pública a empresa possa trabalhar de forma correta e digna, porque nós pagamos as contas de água, e temos direito de ter água em nossas residências”. Conclui o vereador Luis Costa.

Nota da Empresa Águas de Primavera

A Águas de Primavera informa a população que reforçou o abastecimento de água na cidade com caminhões-pipa nesta quarta-feira (12.09). Moradores que precisarem do serviço devem entrar em contato com a empresa para solicitação pelos telefones 0800 647 6060 para ligações de telefones fixos ou pelo 4020 1038 para ligações de celulares, ou na Central de Atendimento, na Rua Londrina, nº 249, Centro.

 

Para ampliar o sistema de abastecimento, a concessionária iniciou a perfuração de um novo poço tubular profundo, localizado na Avenida das Tamareiras, no bairro Buritis. A obra vai atender os bairros Padre Onesto Costa, Buritis, Primavera III, Florenza e Três Américas.

A Águas de Primavera ressalta que se dedica para que o fornecimento de água volte a operar normalmente em todo o município, com qualidade e regularidade.

A concessionária lamenta os transtornos e até o restabelecimento total do sistema, pede a compreensão da população e conta ainda com o apoio no consumo consciente do recurso.



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

Servidores rejeitam proposta do governo e continuam com greve na UFMT


Segundo os servidores, as propostas apresentadas não são diferentes das que foram recusadas anteriormente.

Professores aprovam greve na UFMT — Foto: Divulgação

Servidores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) rejeitaram a proposta de acordo feita pelo Governo Federal, durante uma assembleia geral realizada nesta sexta-feira (21), organizada pela Associação dos Docentes da UFMT (Adufmat) e afirmaram que continuarão em greve. O movimento já dura cerca de um mês.

A categoria reivindica:

  • Reestruturação de carreira
  • Recomposição salarial e orçamentária
  • Revogação de normas aprovadas nos governos Temer e Bolsonaro
O diretor geral da Adufmat, Maelison Neves, disse que as propostas salariais e de carreira apresentadas não são diferentes das que foram recusadas nas últimas assembleias. Segundo ele, não se percebe avanços fundamentais em relação às pautas da educação superior.

Nessa segunda-feira (17) seis unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) decidiram encerrar a greve. Já outros 10 campus permanecem sem aula.


HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Acusado de matar companheiro é preso 4 dias após crime


Homem de 52 anos, apontado como autor do homicídio do seu companheiro, José Aparecido Leal, 62, em Tangará da Serra (239 km a médio-norte de Cuiabá), teve o mandado de prisão cumprido na manhã desta sexta-feira (21), após ser localizado em Cuiabá.

 

O crime que vitimou José Aparecido Leal, 62, ocorreu no último dia 17 de junho, em uma residência no bairro Vila Horizonte, em Tangará da Serra. O morador foi morto após discussão com o acusado.

Após o crime, o homem de 52 anos fez fotos e vídeos do corpo e enviou para a filha da vítima, além de deixar uma carta, confessando a autoria do homicídio. Diante das evidências, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça.

 

Com informações de que o autor havia fugido para Cuiabá, os policiais realizaram a operação conjunta, que resultou na localização do foragido e no cumprimento do mandado de prisão preventiva em seu desfavor.

GD


HOME / NOTÍCIAS

política

Primavera do Leste vence quatro categorias do Prêmio Band Cidades Excelentes 2024


Premiação é considerada o Oscar da Administração pública

Primavera do Leste colhe os frutos de uma gestão eficiente. Prova disso é que na noite de ontem (19) a cidade foi destaque e venceu quatro categorias do Prêmio Band Cidades Excelentes 2024: Sustentabilidade, Educação, Infraestrutura e Mobilidade Urbana, além de Desenvolvimento Econômico e Ordem Pública.

“Fomos premiados por nossas iniciativas inovadoras em diferentes áreas. Então estamos muito honrados de receber a premiação, que é considerada o Oscar da administração pública. Essa conquista é o resultado da dedicação conjunta dos nossos servidores que trabalham com tanto afinco” destacou o prefeito Leonardo Bortolin.

Uma das premissas do evento é compartilhar as cidades que são referência em soluções de gestão para inspirar outros municípios. A avaliação dos municípios é feita com base na ferramenta IGMA. Ela consolida os resultados de 72 indicadores em uma única nota final. Primavera do Leste foi destaque na categoria que avalia municípios entre 30 a 100 mil habitantes.

A secretária municipal de Educação, Adriana Tomasoni, esteve presente na capital do Estado para receber a premiação e ressalta a relevância da ação.  “Esse reconhecimento reflete o esforço e o comprometimento da Secretaria Municipal de Educação e da Prefeitura Municipal com a educação. E também é um incentivo que nos dá a certeza de que a educação primaverense está no rumo certo” confirmou.

Com a presença de várias autoridades, a cerimônia de premiação aconteceu no auditório da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), em Cuiabá. Na quarta edição, o prêmio é realizado pela parceria entre Grupo Bandeirantes com o Instituto Aquila.

Coordenadoria de comunicação


Antenado News