Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereadores Luis Costa e Carlos Instrutor protocolam pedido de melhorias a Escola Estadual Anexo do Assentamento Nova Poxoreú



Da Redação

Em Cuiabá na semana passada cumprindo agenda, o vereador Luis Costa (PR) e o vereador Carlos Instrutor (PSD) aproveitaram para protocolar um ofício na Secretaria de Educação do Estado de Mato Grosso (SEDUC), em que solicita urgentemente recursos para melhorar a infraestrutura da Escola Estadual Anexa do Assentamento Nova Poxoréu. O documento endereçado ao secretário de educação do estado, Marco Aurélio Marrafon, explica em quais condições se encontra a escola. Ainda no ofício foi anexada fotografias da escola.

O pedido surgiu depois de uma visita na unidade escolar, em que os legisladores Luis Costa e Carlos Instrutor estiveram com a coordenadora, Maria Inês Guadagnin e o diretor Cleber Ribeiro. A Instituição Escolar Monteiro Lobato, Anexa ao Assentamento Nova Poxoreú, conta com 250 alunos matriculados, e uma fila de espera. A estrutura escolar é mínima. Tem apenas cinco salas, chegando a ter 30 alunos em cada. O prédio da escola foi construído com pré-moldado, e não tem nenhum muro e nem cerca.

Além das cinco salas de aula, o prédio tem uma sala para a utilização das atividades docentes, como: secretaria, sala dos professores, arquivo, biblioteca, sala de reunião e direção. O local ainda não tem pátio e nem uma cobertura que proteja os alunos durante o intervalo e as refeições. De forma improvisada a direção da escola conseguiu montar algumas barracas.

A escola ainda não tem refeitório, e para fazer as refeições os alunos sentam no chão. Sem mesas e sem cadeiras, não há o que fazer. Agora o que chama atenção é a situação de higiene em que se encontram os pratos e talheres dos alunos. São todos pratos e talheres de plásticos, enviados pelo Governo do Estado, de segunda mão.

Atualmente os banheiros estão precários, sem pintura e sem espelhos. Toda a escola não tem azulejos, e as lâmpadas das salas de aula, é antiga, emite uma luz amarela e ainda de baixa qualidade. O momento de lazer dos estudantes é na terra mesmo, porque quadra de esportes, existe só no pensamento. E para a aula de reforço é utilizada duas barracas, sem quadro, carteiras, paredes, luz, e se chover? Ai os alunos ficam sem aula de reforço.

Para reforçar o pedido de melhorias na infraestrutura da escola, o vereador Luis Costa, disse durante sessão ordinária de ontem (26), que acompanhou a visita do secretario Marrafon em Primavera do Leste e em conversa aproveitou para cobrar mais uma vez recursos para a escola.

“Eu estive na tarde de ontem (26), em agenda com o prefeito Leo (PMDB) e o secretário de educação do estado, Marrafon, aqui em Primavera do Leste e durante uma conversa com o secretário, salientei a necessidade de recursos para a escola. Expliquei que o local não está adequado as condições de ensino e que precisamos urgentemente fazer alguma coisa. Marrafon se comprometeu de aumentar o valor da verba da Escola Estadual Monteiro Lobato, para que assim parte do dinheiro possa ser destinado a melhorias a Escola Anexa do Assentamento Nova Poxoreú”. Explica Luis Costa.



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

Mulher confessa homicídio do esposo e mistério termina sobre desaparecimento


O delegado Flávio Leonardo, responsável pela investigação do desaparecimento de Edvan Moreira, falou sobre o homicídio e forneceu atualizações cruciais sobre o caso. O que inicialmente parecia um mistério envolvendo o sumiço de Edvan, ganhou novos contornos após intensas diligências e avanços nas investigações conduzidas pela Polícia Civil.

Edvan Moreira, residente em uma fazenda a aproximadamente 50 km do centro de Canarana, teria saído para cidade no dia 7, conforme relatos iniciais. No entanto, a descoberta da motocicleta da vítima na própria fazenda, em uma área de mata a cerca de 5 km de distância, levantou suspeitas sobre o desaparecimento.

“Localizamos a motocicleta da vítima em uma área de mata próxima à fazenda onde trabalhava. No entanto, estava claramente evidente que ela havia sido deliberadamente jogada em um rio para dificultar sua localização”, explicou o delegado Flavio Leonardo.

A reviravolta no caso ocorreu quando a esposa de Edvan, após ser submetida a uma nova entrevista como parte das investigações, confessou o homicídio. Ela admitiu ter disparado três tiros contra o marido, ocultando seu corpo e a motocicleta em locais distintos, distanciados da fazenda.

“Após a execução do homicídio, a suspeita utilizou uma máquina para transportar a motocicleta de Edvan e seu corpo para locais distantes da propriedade, em uma tentativa de dificultar a descoberta”, acrescentou o delegado.

A colaboração da esposa de Edvan foi fundamental para a identificação do local onde o corpo foi ocultado. As autoridades realizaram uma inspeção no local indicado, que foi confirmado pela Polícia Técnico-Científica como o local do crime.

Além disso, a polícia está investigando a possibilidade de que a suspeita tenha recebido ajuda para ocultar os objetos e o corpo da vítima, dadas as características do local de descarte da motocicleta.

A arma do crime, uma espingarda, foi apreendida pela polícia como parte das evidências. Agora, as autoridades conduzirão exames de DNA para confirmar a identidade do corpo encontrado e prosseguirão com as acusações de ocultação de cadáver e homicídio contra a esposa de Edvan.

O delegado Flávio Leonardo encerrou a coletiva reiterando o compromisso da Polícia Civil em buscar a verdade e garantir que a justiça seja feita para Edvan Moreira e sua família. O caso continua em andamento, com as autoridades empenhadas em esclarecer todos os detalhes e possíveis cúmplices envolvidos nesse trágico desfecho.

Araguaia FM


Antenado News