Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

política

Vereador Luis Costa parabeniza o trabalho desenvolvido pela CMTU em Primavera do Leste



Da Redação

Durante a sessão de hoje, 21, o vereador Luis Costa (PR) parabenizou o trabalho que o Coordenador Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (CMTU), Thiago Lima, com toda a equipe de agentes, estão desenvolvendo pelo trânsito de nossa cidade.

“Hoje fui até a CMTU e encontrei os agentes recuperando as placas, mesmo com pouca estrutura estão lá, fazendo o possível para reaproveitar e utilizar todos os materiais possíveis. Toda a equipe está de parabéns, porque se compararmos a CMTU de nossa cidade, em relação a outras coordenadorias e secretarias de trânsito pelo nosso País, a nossa em Primavera do Leste, está sucateada”. Pontua o legislador Luis Costa.

Luis Costa solicita em sua fala na tribuna a implantação da Secretaria de Trânsito. Segundo o vereador, Primavera do Leste arrecadou com IPVA e Multas de trânsito, de janeiro até agosto deste ano, mais de 7 milhões de reais. “Com a Secretaria de Trânsito, poderemos ter um fundo, que irá receber parte deste valor arrecadado e assim poderemos ter mais projetos, obras, manutenção e investimentos para o trânsito de nossa cidade. Esse pedido não é só meu, é de vários colegas vereadores. Nossa cidade merece uma estrutura melhor para trabalhar e assim melhorarmos a mobilidade urbana”.

INFRAESTRUTURA

Ainda durante sua fala na tribuna, o vereador Luis Costa, cobrou a Secretaria de Obras da cidade, em relação a alguns problemas pontuais que a comunidade tem solicitado.

“Eu estive na rotatória que fica perto do parque de exposição. Segundo os moradores, que me chamaram para verificar a situação da rotatória, quase não tem sinalização e iluminação no local, e a rotatória foi construída muito larga. Diante da demanda, já fiz uma indicação para o secretário Eduardo e agora vamos aguardar para que o problema seja resolvido da melhor maneira possível”. Esclarece Luis Costa.

Em visita ao bairro COHAB Jaime Campos, os moradores pediram uma solução para algumas ruas, já que quando chove as vias ficam empossadas e a água entra nas residências, e de acordo com o Legislador, essa demanda também será cobrada.

Luis Costa pediu atenção do executivo em relação aos bueiros entupidos que estão em vários pontos da cidade, no entanto, o vereador também cobrou os Primaverenses, por mais conscientização e respeito ao nosso meio ambiente, já que grande parte dos bueiros entupidos se dá por causa de lixos, como sacolas plásticas, garrafas PET, restos de comida, embalagens, entre outros produtos.

“A comunidade precisa evitar jogar lixo nas ruas, ou calçadas, porque quando chove acaba indo para os bueiros e entopem. Precisamos nos conscientizar, e nós como poder legislativo junto com o executivo, vamos buscar alguma parceria com a Cooperlimp, uma cooperativa que já existe na cidade, para fazermos uma coleta seletiva de lixo, ou desenvolver algum projeto de conscientização”. Ressalta.

Para finalizar, ao longo dos anos, há o problema de alagamento em parte da cidade quando chove muito, porém, Luis Costa salientou que irá procurar junto ao executivo a atual situação para as melhorias necessárias.



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

MPMT requer interdição de cadeia pública feminina de Cáceres


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Cáceres, requereu no final da tarde desta quinta-feira (22) a interdição da cadeia feminina do município. A medida foi tomada em razão da existência de infiltrações estruturais e alto risco de incêndio na unidade prisional. O pedido foi direcionado à 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres.

De acordo com o MPMT, a cadeia feminina do município não possui Alvará de Segurança Contra Incêndio e Pânico (ASCIP) do Corpo de Bombeiros. Inspeções realizadas no local demonstram uma série de problemas estruturais na unidade, como falta de sistemas de hidrante, de saídas de emergência, de alarme de incêndio, entre outros.

Conforme laudo técnico das instalações elétricas do edifício, encaminhado ao Ministério Público pelo Conselho de Segurança, as “instalações estão em péssimas condições de conservação, com risco gravíssimo de acidentes à população carcerária e aos profissionais da segurança pública responsáveis pelo local, proporcionando alto grau de risco de incêndio a qualquer momento”.

Segundo o promotor de Justiça Marcelo Linhares Ferreira, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do MPMT também realizou inspeção técnica na unidade prisional, constatando inconformidades em toda a edificação que interferem diretamente na segurança dos usuários.

“O quadro existente no estabelecimento prisional fere os mais básicos direitos fundamentais do homem, sendo que a medida de interdição visa a resguardar a dignidade da pessoa humana e a proteção de risco à vida e à integridade física das presas”, destacou o promotor de Justiça.

por CLÊNIA GORETH

 

Antenado News