Primavera do Leste / MT

HOME / NOTÍCIAS

Polícia

PRF reforça fiscalização durante feriado de 7 de setembro em MT



As rodovias federais de Mato Grosso ganharam reforço na fiscalização durante o feriado prolongado de 7 de setembro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Operação Independência começou na quarta-feira (6) e vai até domingo (10).

Nesses dias, os policiais devem atuar nos trechos da BR-070, BR-158, BR-163, BR-174 e BR-364 de forma mais intensa.

A fiscalização será reforçada neste período e terá como foco, especialmente, as ultrapassagens indevidas, o excesso de velocidade e a ingestão de bebida alcoólica, que são atitudes que mais implicam em acidentes de trânsito e, consequentemente em mortos e feridos.

O superintendente regional da PRF em Mato Grosso, Aristóteles Cadidé da Silva, determinou que os policiais fazem rondas ostensivas, operações com o uso de radar, além de colocar as viaturas em locais com índices maiores de infrações, ultrapassagens indevidas e excesso de velocidade.

Abordagens e testes de alcoolemia também serão feitas pela PRF nas rodovias fiscalizadas.

Conforme a PRF, a operação pretende tornar mais segura a viagem de quem transita pelas rodovias federais devido ao feriado de 7 de Setembro, em que há previsão de aumento no número de veículos em trânsito.

Conforme a concessionária Rota do Oeste, o fluxo de veículos de passeio na BR-163, BR-364 e rodovia dos Imigrantes deve aumentar 17% durante o feriado. Os dias 7 e 10 estão previstos como os de maior intensidade.

Restrição de tráfego

Durante a operação haverá restrição de tráfego nas rodovias federais de pista simples de todo o país, na quinta-feira das 6h às 12h, e no domingo, das 16h às 22h.

A medida é válida para Combinações de Veículos de Cargas (CVC), portando Autorização Especial de Trânsito (AET), de Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), portando ou não a AET, bem como o trânsito dos demais veículos portadores de AET.

Com informações do G1

Porém, em Mato Grosso, na BR-163/364, onde a maior parte está duplicada, entre a divisa com Mato Grosso do Sul e Cuiabá, não será aplicada a restrição.



COMENTÁRIOS

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





*

HOME / NOTÍCIAS

Região

MPMT requer interdição de cadeia pública feminina de Cáceres


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Cáceres, requereu no final da tarde desta quinta-feira (22) a interdição da cadeia feminina do município. A medida foi tomada em razão da existência de infiltrações estruturais e alto risco de incêndio na unidade prisional. O pedido foi direcionado à 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres.

De acordo com o MPMT, a cadeia feminina do município não possui Alvará de Segurança Contra Incêndio e Pânico (ASCIP) do Corpo de Bombeiros. Inspeções realizadas no local demonstram uma série de problemas estruturais na unidade, como falta de sistemas de hidrante, de saídas de emergência, de alarme de incêndio, entre outros.

Conforme laudo técnico das instalações elétricas do edifício, encaminhado ao Ministério Público pelo Conselho de Segurança, as “instalações estão em péssimas condições de conservação, com risco gravíssimo de acidentes à população carcerária e aos profissionais da segurança pública responsáveis pelo local, proporcionando alto grau de risco de incêndio a qualquer momento”.

Segundo o promotor de Justiça Marcelo Linhares Ferreira, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do MPMT também realizou inspeção técnica na unidade prisional, constatando inconformidades em toda a edificação que interferem diretamente na segurança dos usuários.

“O quadro existente no estabelecimento prisional fere os mais básicos direitos fundamentais do homem, sendo que a medida de interdição visa a resguardar a dignidade da pessoa humana e a proteção de risco à vida e à integridade física das presas”, destacou o promotor de Justiça.

por CLÊNIA GORETH

 

Antenado News